top of page
  • Foto do escritorPlaneja Terê

O PARQUE URBANO OU O "PARQUINHO"?

Atualizado: 21 de dez. de 2022

O terreno da antiga 𝘚𝘶𝘥𝘢𝘮𝘵𝘦𝘹 ainda está em disputa. Ele pode se tornar um parque urbano, no centro da cidade e redesenhar todo o entorno, ou ele poderá abrigar só mais um "parquinho" que pouco agregará à cidade. Uma escolha que pode definir como será a área urbana central de Teresópolis pelas próximas décadas. A primeira grande diferença entre essas áreas está no tamanho. O “parquinho” proposto pela prefeitura conta com 12.5 mil metros quadrados (um campo e meio de futebol), seria construído dentro da mata ciliar, que é uma formação vegetal protegida por lei. Já a área total da 𝘚𝘶𝘥𝘢𝘮𝘵𝘦𝘹 gira em torno de 164 mil metros quadrados, ou seja, 13 vezes maior que aquele do sugerido pela prefeitura. Se por um lado o "parquinho" se destinará apenas à uma pequena área recreativa, um parque urbano de generosas dimensões, teria além da função ambiental crucial, opções de lazer e se tornar um valioso atrativo turístico. Um parque urbano, poderia também cumprir outras funções como, por exemplo, atuar como um grande sistema de drenagem. Plantando mais árvores no parque, diminuímos o alagamento na Várzea. Sabemos por vivência que por lá 'choveu, alagou’. A implantação de grandes condomínios verticais que está sendo cogitada para o enorme terreno da 𝘚𝘶𝘥𝘢𝘮𝘵𝘦𝘹 não está prevista por nenhum plano urbanístico aprovado ou na lei de zoneamento. Também, não existe qualquer estudo de impacto de vizinhança ou mesmo ambiental para tal operação e um adensamento de grandes proporções ali teria impactos profundos em toda a estrutura urbano-ambiental, desde o saneamento à mobilidade. A opção de Teresópolis para a área da 𝘚𝘶𝘥𝘢𝘮𝘵𝘦𝘹 parece simples: Um Parque Urbano ou um ‘parquinho’... E aí, o que você escolhe?

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page